Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Escola da Rede Municipal de Araranguá supera meta do IDEB

Publicado em 18/09/2018 às 22:36 - Atualizado em 18/09/2018 às 22:41

Equipe da Otávio Baixar Imagem

E quem está celebrando é a Escola Básica Municipal Otávio Manoel Anastácio, do bairro Jardim Cibele, que tem como diretor o professor Manoel Soares, o “Nequinho”. A divulgação, nos últimos dias, por parte do Governo Federal, das notas do IDEB 2017, mostram que o 5º ano da escola superou a meta estipulada para 2017, que era de 5,9. Pois a turma tirou a nota de 6,4, meta prevista apenas para 2021.

O IDEB é o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. Criado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em 2007, o índice serve para medir a qualidade do aprendizado nacional, além de criar metas para a melhoria do ensino. Avalia alunos do 5º e 9º ano das escolas das redes estaduais e municipais, a cada dois anos.

Segundo a Orientadora Educacional da Escola, Alessandra Medeiros da Silva, desde 2009 que a escola vem quebrando as metas com iniciais do 1º ao 5º ano. O 9º ano também vem crescendo desde então. Iniciou com 4.4 e foi agora para 5.1. Para chegar aos atuais índices a escola oferece simulados e aulas de reforço para as provas. “O sucesso se deu ao empenho de toda a equipe de professores, as merendeiras e a direção”, salientou.

Já a professora do 5º ano e séries inicias, Zeni Santos Salla Marcelino, revela que todo o trabalho é voltado para as competências que os alunos precisam, além do preparo, através dos simulados das provas. “Contamos com a parceria da UFSC, através do projeto que trata da inserção da tecnologia na sala de aula o RexLab. Outro projeto que tivemos apoio foi do Novo Mais Educação do Governo Federal”, explicou a professora.

Após a divulgação das notas, toda a equipe envolvida lembra que foram dias de dedicação. O lanche feito pelas menrendeiras era diferenciado; quem estudava pela manhã, fazia provas à tarde; além da participação dos pais que permitiam e traziam os filhos para um outro período. Segundo a secretária de Educação, Cultura e Esporte do município, Ariane Almeida, os resultados obtidos são devidos à dedicação de toda equipe e o olhar diferenciado que o grupo tem pelos alunos. “Este diferencial contagia os pais e a comunidade”, ressaltou Ariane.

A turma do 5º ano que ultrapassou a meta é composta por 50 alunos em sala de aula. Eles tem entre 9 e 10 anos. O segredo para tamanho sucesso? Dedicação da direção, professores, merendeiras e pais. A busca por parcerias disponíveis e vontade de estudar.

E o futuro? Superar metas...

 

Assessoria de Imprensa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar